Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. spies

19th October 2014

Photo reblogged from Dispo-me de gente para ninguém entrar with 457 notes

Faço o que desejas. Pago como quiseres.

Faço o que desejas. Pago como quiseres.

Source: fnipoli

19th October 2014

Photo reblogged from ThoseDarkBlueSkies with 21,995 notes

Se estás louco de tesão e me queres de coração.

Se estás louco de tesão e me queres de coração.

Source: weheartit.com

19th October 2014

Photo reblogged from |. with 226 notes

O corpo perfeito perde-se no recorrer às palavras.

O corpo perfeito perde-se no recorrer às palavras.

Source: urbnite

19th October 2014

Photo reblogged from under the sheets with 1,104 notes

Party in our panties.

Party in our panties.

Source: f0xycriminal

19th October 2014

Photo reblogged from The Marvelous Talking Machine with 19 notes

"Nem o pai morre nem a gente almoça"

"Nem o pai morre nem a gente almoça"

Source: erography

18th October 2014

Photo reblogged from Untitled with 10,913 notes

Vinho e mamas. Não necessariamente por esta ordem.

Vinho e mamas. Não necessariamente por esta ordem.

Source: adriannina

18th October 2014

Quote reblogged from Untitled with 250 notes

I’ll tell you my sins and you can sharpen your knife…
— Hozier, Take Me To Church (via introspectivepoet)

Source: introspectivepoet

18th October 2014

Photo reblogged from love myself better than you with 457 notes

Tick Tick, Boom!

Tick Tick, Boom!

Source: linxspiration

18th October 2014

Quote reblogged from Para nunca mais mentir with 86,316 notes

People come and go. Some are cigarette breaks, others are forest fires.
— (via eatprayqueeef)

Source: bewilderedapprehension

18th October 2014

Photo reblogged from E se a Bela for o Monstro? with 6,788 notes

In.Condicional.

In.Condicional.

Source: slaveofyourpassions

18th October 2014

Photo reblogged from Acting on a whim with 627 notes

É tudo uma questão de princípio.Meio.E fim.

É tudo uma questão de princípio.
Meio.
E fim.

Source: kyotocat

18th October 2014

Photo

Sinto-me fria, vazia e despida.

Sinto-me fria, vazia e despida.

17th October 2014

Photo with 2 notes

Pudesse eu ser como tu, mas tu escreves direto, não és poético. és sensível. és sensato. Tens quem te leia, quem te aplauda, quem te goste.O que me falta? Temos algo em comum, um ódio de infância, um pontapé, um estalo. Uma vida arruinada.às vezes era só uma palmada nas costas, um sonho real, ou uma vista como a tua, sobre o Tejo, sobre Lisboa. 
"A vida é um inferno, mas o inferno tem uma boa vista".
#osgatosnãotêmvertigens - um grande obrigada mais uma vez ao João Botelho, géniozinho.

Pudesse eu ser como tu, mas tu escreves direto, não és poético. és sensível. és sensato. Tens quem te leia, quem te aplauda, quem te goste.
O que me falta? Temos algo em comum, um ódio de infância, um pontapé, um estalo. Uma vida arruinada.
às vezes era só uma palmada nas costas, um sonho real, ou uma vista como a tua, sobre o Tejo, sobre Lisboa. 

"A vida é um inferno, mas o inferno tem uma boa vista".

#osgatosnãotêmvertigens - um grande obrigada mais uma vez ao João Botelho, géniozinho.

16th October 2014

Photo reblogged from [i was drunk at the] pulpit with 75 notes

conversas com a vida e a não-vida. porque o céu é feito de nada. como os sonhos destruídos. 

conversas com a vida e a não-vida. porque o céu é feito de nada. como os sonhos destruídos. 

Source: midnightfuckenrambler